Markup: o que é e como calcular

Se você deseja calcular corretamente o seu preço de venda considerando sua estrutura de custos e a margem de lucro pretendida, então você precisa aprender a calcular o Markup. Confira o post!

O que é Markup?

De forma simples e objetiva podemos dizer que o Markup é um índice a ser aplicado sobre o custo de um produto ou serviço para que se forme o preço de venda. Seu conceito é baseado na ideia de preço margem onde adiciona-se ao custo unitário do item comercializado a margem de lucro pretendida.

Mas que fique bem claro o seguinte…

Calcular o Markup não se trata de pegar sua estrutura de custos e jogar uma margem de 100%, 200% sobre como muitos empresários fazem por aí! Não é assim que se calcula esse índice.

markup

Por que calcular o Markup é tão importante?

Imagine você definir um preço de venda que não cobre sua estrutura de custos e muito menos contribui para gerar lucro no seu negócio. O cenário não é nada bom, correto? Pois é justamente por isso que o Markup é um índice tão importante. Veja bem…

Se considerarmos o conceito do Markup veremos que seu objetivo é indicar de forma matemática quanto deve ser efetivamente cobrado pelos seus produtos e serviços, ou seja, o Markup, ao ser calculado, garante que seus preços cobrirão todos os custos e despesas e ainda contribuirão para a geração de lucro.

Mas não é apenas por isso que devemos calculá-lo!

Além de garantir que a estrutura de custos será paga e a margem de lucro obtida, o cálculo do Markup nos ajuda a identificar até onde podemos esticar um eventual desconto concedido aos nossos clientes sem que haja qualquer prejuízo com a prática. Por exemplo…

Digamos que a dona de uma loja de roupas para bebês queira realizar um saldão a fim de zerar o estoque da antiga coleção.

Para que os descontos sejam concedidos de maneira adequada sem gerar prejuízo para a empresa, essa empresária necessita saber exatamente qual a margem que ela possui para reduzir os preços sem que isso gere pequenos prejuízos a cada venda efetuada.

Ela precisa saber se seu preço de venda hoje já cobre os custos e gera a margem de lucra pretendida, pois caso contrário pode ocorrer do desconto ser superior ao que a empresa suporta. E cá entre nós: pior do que ter um estoque parado é você vender esse estoque tomando prejuízo a cada venda realizada.

calcular o markup

Como calcular o Markup?

Para realizar o cálculo do Markup a fim de chegar ao preço de venda ideal, a primeira coisa que devemos fazer é reunir todos os dados que serão necessários para concluir essa tarefa. Teremos que reunir os seguintes:

– Custos e Despesas Fixas;
– Custos da Mercadoria Vendida;
– Despesas Variáveis atreladas as vendas;
– Alíquotas dos Impostos;
– Margem de Lucro Pretendida.

Vamos ver na prática como calcular tanto o Markup Divisor quanto o Multiplicador.

Como calcular o Markup Divisor?

Digamos que uma determinada empresa que comercialize sapatos tenha comprado uma remessa de pares com um dos seus fornecedores por um custo unitário de R$84,00 – esse será o preço de custo (PC).

O ICMS sobre a venda nessa empresa é de 18%, PIS e COFINS somados dão 3,65% e a comissão dos vendedores fica na casa dos 2%. Os custos e despesas fixas representam 8% e a margem de lucro pretendida é de 12%.

Considerando esses dados, o Custo Total da Venda ou simplesmente CTV ficará da seguinte maneira:

ICMS sobre venda = 18%
PIS e COFINS = 3,65%
Comissão do Vendedor = 2%
Custos e Despesas Fixas = 8%
Margem de Lucro Pretendida = 12%

CTV = 43,65%

Para chegar ao Markup Divisor basta pegar o CTV e colocar na seguinte fórmula: MKD = (PV – CTV) /100.

MKD = Markup Divisor
PV = Preço de Venda
CTV = Custo Total da Venda

O Preço de Venda deve ser considero como 100% então na fórmula onde há PV será substituído por 100. Ficará assim…

MKD = (100 – 43,65)/100
MKD = 56,35/100
MKD = 0,5635

Sabendo então que o Markup Divisor é 0,5635 podemos enfim calcular o Preço de Venda desses pares de sapatos. A fórmula é a seguinte: PV = PC / MKD.

Como o Preço de Custo (PC) informado no início é de R$84,00, ficará assim…

PV = 84 / 0,5635
PV = 149,06

O Preço de Venda para garantir que todos os custos sejam cobertos e a margem de lucro pretendida seja alcançada será de R$149,06.

Para descobrir o Preço de Venda de todos os outros produtos da loja essa mesma fórmula teria que ser utilizada para cada produto. Daria muito trabalho! Pois é aí que entra o Markup Multiplicador.

markup divisor e markup multiplicador

Como calcular o Markup Multiplicador?

Com o Markup Multiplicador conseguimos saber o Preço de Venda de um calçado específico dentro da empresa do exemplo, mas também de todos os demais produtos e de modo muito mais ágil. Mas para calculá-lo necessitamos saber o Markup Divisor de antemão. Por isso foi importante realizar os cálculos anteriores.

A fórmula agora será a seguinte: MKM = 1 / MKD

MKM = Markup Multiplicador
MKD = Markup Divisor

MKM = 1 / 0,5635
MKM = 1,77462

De posse do MKM podemos então calcular o preço de venda usando a seguinte fórmula: PV = PC x MKM. Ficaria assim…

PV = 84 x 1,77462
PV = 149,06

A partir do momento que sabemos qual é o Markup Multiplicador (1,77462 nesse caso), caso as mesmas porcentagens dos custos, despesas e impostos envolvidos permaneçam inalterados bem como a margem de lucro pretendida, tudo que você terá que fazer é multiplicar o Markup Multiplicador pelo custo do produto, ou seja, não será necessário realizar a conta produto por produto usando o Markup Divisor. Por exemplo…

Se a mesma loja de sapatos decide comprar uma remessa de sandálias por um custo unitário de R$45,00 e considerando que custos, despesas, impostos e margem de lucro continuam com o mesmo percentual, tudo que precisaremos fazer é multiplicar o Preço de Custo pelo Markup Multiplicador que já conhecemos, ou seja, será necessária a seguinte conta:

PV = PC x MKM
PV = 45 x 1,77462
PV = 79,85

E é assim que você utiliza o markup para definir os preços dos seus produtos e serviços 🙂

Conclusão

Nessa altura do campeonato você já sabe que para definir corretamente o preço de venda dos seus produtos e serviços garantindo que tais preços cubram toda a estrutura de custos e ainda gerem o lucro desejado, o cálculo do markup será essencial. Mas nunca é demais lembrar o seguinte: a precificação adequada não envolve apenas calcular esse importante índice. Existem outros fatores igualmente importantes que devem ser colocados na balança para que os seus preços contribuam efetivamente para a geração dos resultados pretendidos e desejados.

Sendo assim, aprenda a fórmula, reúna os dados e faça as contas. Mas lembre-se sempre de não ignorar o alinhamento entre o preço e o valor proporcionado ao seu público-alvo, a realidade do mercado onde sua empresa atua, a capacidade produtiva atual do seu negócio, as práticas dos concorrentes que competem pela atenção do mesmo perfil de cliente e logicamente suas metas financeiras de curto, médio e longo prazo. Se quiser compreender melhor esses fatores, confira o post Precificação: o que é e como realizar 😉

Próximos passos…

Você gostaria de saber se suas práticas administrativo-financeiras estão adequadas?

Na Negocioteca você pode realizar um diagnóstico financeiro empresarial e receber um direcionamento inicial de especialistas para potencializar seu planejamento financeiro empresarial. Confira e cadastre-se para conhecer nosso trabalho 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *